Bloco M1-32 / Questão 49

Início Fóruns Módulo 1 Bloco M1-32 Bloco M1-32 / Questão 49

Visualizando 15 posts - 1 até 15 (de 19 do total)
  • Autor
    Posts
  • #40003284224

    É isso mesmo Cleyton, usa somente a ponta vermelha para as medições indicadas e claro, mantendo a ponta preta na massa ou referência. Quanto à fonte, deve ser ajustada para 8V.
    Um grande abraço. Mário Pinheiro

    #40003284225
    AvatarEstudante CTA
    Participante

    Como podemos calcular esta questão através da técnica de proporcionalidade para encontrar as tensões A e B, sem usar Lei de Ohm ou Kirchhorff?

    #40003284226

    Veja que o circuito não pede para o aluno fazer o cálculo, mas monta-lo e fazer as medidas. Caso tenha que ser feito o cálculo, fazemos somente por aproximação, visto que em 99,9% dos circuitos não teremos esse tipo de montagem. Nos circuitos mais complexos envolvendo transistores onde a corrente segue por vários caminhos, utilizaremos técnicas muito simples para a resolução. Quanto ao circuito, podemos dizer que faremos como duas malhas série separadas, sendo R1 e R2 e após R3 e R4, onde obtermos cerca 5,4V do outro lado 2,6V. Como é uma malha equilibrada colocando um resistor entre os dois circuitos série, estaremos aproximando as tensões para 4V dependendo do valor do resistor (R5) colocado. Se o valor for muito alto em relação aos demais, teremos praticamente as tensões de 5,4V e 2,6V. Se ele forde valor muito baixo em relação aos demais, teremos tanto do lado esquerdo como direito, praticamente 4V. Como ele é um valor um pouco menor que os demais, teremos do lado esquerdo em torno de 4,4V e do lado esquerdo cerca de 3,6V. Quando chegares aos cálculos envolvendo transistores, compreenderá que esta técnica será muito importante para análises muito rápidas.
    Um grande abraço. Mário Pinheiro

    #40003284209
    AvatarEstudante CTA
    Participante

    Nessa questão Não entendi, Sobre o resultado dessas tensões!
    Esse resistor ligado no meio do circuito em paralelo desbalanceia a tensão?
    Usei uma fonte de 12v, achei a resposta, mas nos calculos parece que as voltagens são diferentes. Daria 8v no ponto A e 4v no ponto B.
    Esse resistor em paralelo? ???

    #40003284210

    em primeiro lugar você deverá observar qual a tensão pedida para polarização do circuito, que no caso é de 8V.
    Após, concluímos que no ponto A, teremos uma tensão mais positiva que no ponto B.
    Como o resistor central é menor que os demais, deverá ter uma queda de tensão também menor, o que significa dizer que as tensões A e B serão próximas (A mais positivo). Finalmente determinaremos que a corrente circulará da esquerda para a direita por R5, somando-se com a corrente circulante por R3, passando então por R4.
    A resultante para o exercício será uma tensão de 4,41V no ponto A e 3,52V no ponto B, gerando uma queda de tensão de 0,9V sobre R5. Como temos aproximadamente 3,5V sobre R4, teremos 4,5V sobre R3, deste modo ao calcular as correntes, veremos que a somatória da corrente circulante por R5 somada a corrente por R3, dará a corrente por R4.
    Note que este cálculo é complexo, mas não queremos que você o entenda totalmente, mas monte o circuito e verifique as tensões para dar a resposta.
    Um grande abraço. Mário Pinheiro

    #40003284211
    AvatarEstudante CTA
    Participante

    Mário alimentei o circuito com 8V e eliminei R5 de 560ohms. No ponto A encontrei 5,5V e no ponto B 2,5V; com R5 (560 ohms) ligado, a tensão no ponto A cai para 4,4V e no ponto B sobe para 3,5V, eu entendi que a tensão no ponto A caiu quando liguei R5, porque o valor da resistência no ponto A diminuiu e no ponto B aumentou porque o valor da resistência aumentou. R1 está em serie com R2 e R3 está em serie com R4 e R5 ele está em qual configuração? me explique pois não estou conseguindo entender. Para ser feito o dimensionamento sem R5 no circuito seria assim : R1 vale 1x R2 vale 2,2x totalizando 3,2x. Dividindo os 3,2 x pelos 8 volts da fonte, teremos 2,5 volts em cada unidade de 1x, mas quando entrou R5 no circuito fiquei confuso, por favor quero entender como chegar aos valores nos pontos A e B com R5 ligado.

    #40003284212

    Veja que quando coloca o R5, este resistor – juntamente com R4 – ficará parcialmente em paralelo com R2. O mesmo ocorrerá com R3 que ficará em paralelo com R5 e R1. É por este motivo que o paralelo entre R5/R4 com R2, fará cair a tensão do ponto A e o paralelo de R5/R1 em paralelo com R3 fará subir a tensão do ponto B. Veja que quanto menor for o valor de R5 a tensão no ponto A tenderá a cair até no máximo 4V (se o valor de R5 fosse muito baixo). O mesmo ocorrerá com o ponto B que tenderá a ter sua tensão elevada até no máximo 4V (se o valor de R5 for muito baixo). Queria que você entendesse aqui o mecanismo de variação da tensão sem precisar valores, pois é um cálculo relativamente complexo.
    Um grande abraço. Mário Pinheiro

    #40003284213
    AvatarEstudante CTA
    Participante

    como faço pra montar esse circuito sem o protoboard? tenho que ligar um fio entre R1 e R3 e outro fio entre R2 e R4? e a fonte que uso é a fonte ajustavel? como ? por favor me ajude e Deus te abençoe.

    #40003284214

    Você fará o desenho do circuito elétrico em uma cartolina em uma cartolina (com 4cm x 2cm) e após fará furos onde estão os dois pontos da alimentação, no ponto de ligação entre R1, R2 e R5, no ponto de ligação entre R3, R4 e R5 e também nos dois pontos terra. Coloque os terminais dos componentes nestes furos e interligue-os pelo lado de trás, aplicando pequenos pontos de solda.
    Após, aplique a tensão da fonte ajustável em 8V e meça os resultados nos pontos A e B.
    Um grande abraço. Mário Pinheiro

    #40003284215
    AvatarEstudante CTA
    Participante

    entendi como montar. agora minha duvida é se pra fazer as mediçoes eu tenho que alimentar R1 e R3 e nos pontos terras separadamente o liga-los com um fio e alimenta-los juntos como esta no desenho do bloco?

    #40003284216

    Ligar os dois pontos positivos dos resistores R1 e R3 e nestes ligar o ponto positivo da fonte. Também ligar os dois pontos do massa de R2 e R4 e ligar o potencial negativo da bateria. Após fazer as medições

    #40003284217
    AvatarEstudante CTA
    Participante

    Profº Mario, fiz a montagem e tirei as medições,até aí tranquilo! Tentei fazer a análise da malha no bloco, com todas as quedas de tensão e todas as contas etc. e não consegui,pode me ajudar?
    obrigado

    #40003284218

    Primeiro, imagine uma malha série formada por R1 (15k), R5 (6,8k) e R4 (15k). Calcule as tensões somente para estes 3 resistores e verá que dará no ponto A, uma tensão de 4,8V e no ponto B uma tensão de 3,2V. Mas veja que existem também resistores de maior valor (R2 e R3). R2, Fará com que a tensão calculada para o ponto A caia um pouco, para cerca de uns 4,5V e o resistor R3 fará com que a tensão do ponto V suba um pouco, de 3,2V para 3,5V. Tudo isso é aproximado, mas essa lógica lhe ajudará a compreender um pouco as tensões práticas encontradas, que foram em torno de 4,24V e 3,65V. Não comento o cálculo exato aqui, pois é muito complexo, logo faça a partir de uma lógica de aproximação como foi mencionado.
    Um grande abraço. Mário Pinheiro

    #40003284219
    AvatarEstudante CTA
    Participante

    Professor, entendi suas explicações às perguntas feitas sobre as questões 49 e 50. Porém, gostaria de saber se nos próximos módulos será possível a análise desse tipo de circuito a partir do método por queda de tensão. Grato.

    #40003284220

    David, será empregados cálculos muito interessantes em malhas complexas. Espere e verá!
    Um grande abraço. Mário Pinheiro

Visualizando 15 posts - 1 até 15 (de 19 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.