Bloco M1-37 / Questão 37

Início Fóruns Módulo 1 Bloco M1-37 Bloco M1-37 / Questão 37

Visualizando 9 posts - 1 até 9 (de 9 do total)
  • Autor
    Posts
  • #40003284706
    AvatarEstudante CTA
    Participante

    boa noite . a questão 37 cheguei no resultado de 107v . o primeiro passo é fazer as proporção dos resistores r1 100 e do r2250. pois eu fiz a proporção do r1=1x e r2=2,5 somando ele o resulto é 3,5 .pois o resultado que eu cheguei é de 107 . pois a duvida é vdr1 130 oque faço com ele …

    #40003284707

    Primeiro você fará o circuito série entre R1 e R2, descobrindo a tensão entre os dois. Como o resistor de baixo é 2,5 vezes maior que o de cima, temos que dividir a tensão de 150V por 3,5, o que resulta em 43V que será a queda sobre R1. Assim, subtraindo 43V de 150V, resultará em 107V, tensão que ficará sobre R2 e também sobre VDR1 não permitindo sua polarização. Assim a tensão no ponto será de 107V.
    Um grande abraço. Mário Pinheiro

    #40003284708
    AvatarEstudante CTA
    Participante

    Boa Tarde mestre!!! poderia me ajudar me dando uma dica, eu li a apostila e la eu não achei exemplos de VDR em paralelo.
    Grato!

    #40003284709

    Veja que o VDR limitará a tensão entre seus terminais DESDE QUE A TENSÃO ATINJA A TENSÃO DE VDR. Temos uma tensão de alimentação de 150V que está acima dos 130V do VDR. Apesar disso, devemos fazer o cálculo da malha série resistiva, formada por R1 e R2, para saber se haverá tensão suficiente para a condução do VDR. Como R2 é 2,5 vezes maior do que R1, a tensão de 150V será dividida por 3,5x, ficando com 43V sobre R1 e restando 107V sobre R2 que será a mesma tensão sobre o VDR1. Veja que o potencial de 107V não atinge a tensão de 130V que é o limite do VDR e isso não permitirá que corrente circule por ele, ficando a tensão definida de 107V para o ponto em questão.
    Um grande abraço. Mário Pinheiro

    #40003284710
    AvatarEstudante CTA
    Participante

    Bom dia,eu sei que em serie tensao cair sobre o vdr e igual a tensao nonimal,mais minha duvida e no circuito paralelo eu acho que a resposta e 130V mais nao tenho certeza. Obrigado!!!!!

    #40003284711

    Em um circuito série, sempre que a fonte for maior que a tensão do VRD, ele irá consumir sua tensão nominal deixando o resto da fonte para ser consumido pelos outros componente. Quando temos um circuito em paralelo, em primeiro lugar, precisamos saber se a queda sobre o R2 seria maior, igual, ou menor a tensão nominal do VDR. Para isso calculamos a proporção entre R1 e R2 desconsiderando o Vdr em primeiro momento. Se a tensão medida sobre o R2 formenor que a tensção do VDR, ele nao ira atuar no circuito, caso seja igual o maior, ele se polariza e trava a tensção sobre o R2 em sua tensão nominal. Nesse caso temos 150V dividido por 3,5x (R1 1 x + R2 2,5x). Assim teremos aproximadamente 107V sobre o R2, que é menor que a tensão nominal do Vdr, com isso ele nao se polariza e se comporta como uma chave aberta. Bom estudo.

    #40003284712
    rassisrassis
    Participante

    Bom dia…entendi a explicação desse exercício, mas analisei isso de outra forma antes de ler a explicação….Como a fonte é de 150V e o VDR1 é de 130, pensei que cairia os 130 V em cima do VDR1 deixando 20V para R1….e como VDR1 está em paralelo com R2, este ficaria também com 130V….pq não é assim que funciona?

    #40003284713

    Infelizmente não. Caso ele fosse uma bateria ou um gerador de tensão seria como disse. Mas como ele apenas limita a tensão sobre seus terminais, se ela não atingir sua tensão de VDR ele fica como uma chave aberta, valendo o divisor de tensão.

    Um grande abraço. Mário Pinheiro

    #40003268330

    Bloco M1-37 / Questão 37

Visualizando 9 posts - 1 até 9 (de 9 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.